Pages Menu
Facebook
Menu

Posted on jul 15, 2016 in parceiros, Texto | nenhum comentário

atha yogānuśāsanam ||1||

atha yogānuśāsanam ||1||

Neste post vamos iniciar o estudo filosófico metafísico do Yoga, embora saiba que existam inúmeras escolas de pensamento na tradição Hindu, cada uma com um texto que fundamenta seu pensamento, opto por iniciarmos por um dos textos mais importantes desta tradição, principalmente para os adeptos do ensino de Yoga, que é o Yoga Sutra.

Esse texto foi originalmente publicado no blog Yoga Sadhana 108.


योगेन चित्तस्य पदेन वाचां।
मलं शरीरस्य च वैद्यकेन॥
योऽपाकरोत्तं प्रवरं मुनीनां।
पतञ्जलिं प्राञ्जलिरानतोऽस्मि॥

Transliteração

Aum
yogena cittasya padena vācāṁ
malaṁ śarīrasya ca vaidyakena
yo’pākarottaṁ pravaraṁ munīnāṁ
patañjaliṁ prāñjalirānato’smi

Tradução

Ele, que removeu as impurezas
da mente, através dos ensinamentos do Yoga,
da fala, através da exposição da gramática (sânscrita),
do corpo, através da composição do tratado sobre a ciência médica (ayurvédica)
com as mãos unidas (namaskar) presto reverência ao maior entre os sábios.
atha-yoganusasanam

समाधिपादः
samādhipādaḥ
Capítulo do samādhi

atha yoga-anuśāsanam ॥1॥
Agora será exposto o ensinamento sobre como atingir o estado de Yoga ||I.1||

अथ atha – agora, certamente, então, a seguir, após, (indica que inicia um tema, ou a exposição de um determinado tema).

योग yoga – adição, união, aplicação, (yoga é um estado interno)

अनुशासन anuśāsana – instrução, precisão, disciplina, direção (exposição de um ensinamento)

A primeira palavra neste sutra “atha” indica que será apresentado um conteúdo, este por sua vez de grande importância, pois isso exige precisão/disciplina “anushasana” daquele que vai ouvir/ler e vivenciar o conhecimento apresentado. Este conhecimento se trata do Yoga, a palavra Yoga pode ser compreendida como a união do ser individual com o ser supremo, porém devemos compreender que o Yoga é uma aspecto divino deste ser individual, que fala, que lê, que age, que sente, o Yoga está presente em tudo e em todos, porém ha necessidade de reconhecimento para vivenciar este estado.

Uma das figuras mais importantes para o desenvolvimento do Yoga, Patanjali, compilou este conhecimento, (que porque não podemos dizer, conhecimento de como em essência devemos viver), em um texto de grande importância para a humanidade, que é o Yoga Sutra, e quando digo de grande importância é por que, mesmo com o passar dos anos o texto se revela tão atual, e pontual, o ser humano em nada mudou, é claro que entraram os smartphones, a internet, a cultura do consumismo, porém os sofrimentos mentais continuam os mesmos, e neste caso devemos voltar a nossa essência, e para fazer este caminho existem inúmeros meios, que juntos vamos explorar ao longo deste estudo.

Texto originalmente publicado no blog Yoga Sadhana 108. Acesse o blog.

Post a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *